Terça-feira, 15 de Agosto de 2006

Desculpem, mas não sei fazer melhor...

 

 

Bem, se o penúltimo post era negro, este já não tem cor, porque não se consegue ver nada, tal é a escuridão que me ataca a alma neste momento…

Não tenho propriamente um assunto definido sobre o qual escrever hoje e como tal, vou mesmo ser aquele tipo de blogger irritante k vai despejar as tristezas da vida e como tal, fica já o aviso de que tudo o que a seguir se anuncia é desprovida de todo e qualquer conteúdo de interesse.

Apenas uma nota breve, para salientar que o título de um post que escrevi há uns meses, é o mesmo título de um livro de Gabriel Garcia Marquez, “Crónica de uma morte anunciada”. Estive hoje com ele na mão, mas faltou-me a vontade de o ler…

A fase de ânimo da vida, já passou ao largo…

O que me faz escrever este post, é o simples sentimento de desilusão. Seja com o que a vida me reservou, seja com as pessoas que nela vão entrando e saindo, seja com aquelas que permanecem mesmo contra a vontade.

Porque é preciso mais coragem para cortar laços do que para os estabelecer, mesmo que a maioria diga o contrário.

Há uma certa crueldade no ser humano que me passa completamente ao lado. Será que cada um não tem o direito de fazer todas as asneiras que quiser na vida, sem ninguém dar palpite?

Quando alguém faz algo em que acredita, está a travar o Bom Combate, a realizar a sua Lenda Pessoal. (Esta ideia é roubada do grande escritor Paulo Coelho. Não é minha, porque eu não tenho cérebro, nem coração para tanto!)

 Será assim tão difícil de compreender que aquilo que faço, é porque acredito no que estou a fazer ou porque não sei fazer as coisas de outra forma? Será que ninguém percebe o quanto me dói que me critiquem, sem tentarem perceber que também sofro?

Julgar os outros é a coisa mais constante da nossa vida. Gostamos de criticar, de mostrar o que está mal e de dizer que não devia ser feito assim. Mas quando se trata de compreender o porquê de certa decisão e não de outra, ‘tá quieto...

Será assim tão difícil despir a nossa capa (e é já para não falar das máscaras que todos usamos) e tentar perceber como o outro se sente nu?

Desculpem-me todos os que me julgam, mas eu não sei fazer melhor.

Se vivo a vida que me resta a pensar em e a amar alguém que não me merece; se levo os dias obcecada com esse mesmo alguém; se o tempo não passa sem que me lembre dele ou do que passámos; se tento infrutiferamente que a vida continue sem que ele esteja lá; se quero andar para a frente e não sei qual é o caminho; se procuro o futuro e só vejo o passado; se quando olho o futuro o faço do ponto de vista errado; se tento ser feliz e mesmo assim não o consigo; se penso que a vida continua e quem continua a arrastar-se pela vida sou eu; se olho o meu passado e não reconheço as minhas pegadas; se procuro o caminho e só vejo a poeira; se não faço tudo o que devia…

… Desculpem, mas não sei fazer melhor …

 

 

 

Sinto-me:
A ouvir: U2 & Mary J. Blige - One

Soprado por: Asa às 00:20
Esta pena | Acrescentar uma pena | Recolher esta pena
|
1 comentário:
De Paulo Aroso Campos a 15 de Agosto de 2006 às 19:29
Há dias negros... sim, acho q na rtp passou o ultimo episodio da série, em q o jack, a kate e o sawyer são raptados. Podes ir sabendo o q se passa no site do imdb: www.imdb.com
Escreve "lost", aparece tudo, até resumos dos episódios.

Hasta!


Deixar uma pena nesta Asa

Simplesmente eu...


Asa

Adicionar como amigo

. 5 seguidores

À procura de ...

 

Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Penas caídas...

Fevereiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Asas no Mundo...

Locations of visitors to this page

Outras Asas...

SAPO Blogs