Quinta-feira, 12 de Outubro de 2006

Tenho saudades...

Tenho saudades de tantas coisas, de tantas pessoas, de tantos acontecimentos e movimentos e de tantos momentos.

Tenho saudades da vida que vivi e do tempo que já passou. Momentos magníficos, esplendorosos e sentimentos fantásticos. Posso dizer que tive uma vida cheia.

Mas hoje, assaltou-me esse fantástico sentimento tão português que tanto nos caracteriza. Ter saudades era um sentimento recorrente quando vivia lá fora. Os meus amigos de Erasmus aprenderam esta palavra dita em português que ninguém sabia explicar nem traduzir numa única palavra.

Hoje estou melancólica. Numa melancolia boa porque me faz sentir bem. Hoje em particular tenho saudades das pessoas.

Tenho muitas saudades dos meus amigos de Faculdade. Das nossas conversas, jantares, cafés, passeios à beira do Mondego, noitadas, cartadas, bebedeiras, saídas, engates, Queimas, loucuras.

Tenho saudades de viver em casa da M., dos nossos trabalhos de grupo, da nossa equipa, das nossas divagações chanfradas, do namorada dela cozinhar para nós. Tenho saudades dos cigarros que fumámos na cozinha, dos lanches, de comprar pão para o nosso lanche, de nos rirmos dos outros e de sermos críticas quase ao ponto de sermos cínicas.

Tenho saudades das minhas “Deusas”, da N., da R., da A., da F., da R., da B., da J. e mais uma vez da M. Tenho saudades dos nossos jantares em que gravámos conversas, dos nossos choros de baba e ranho, das nossas caipirinhas e cadeiras partidas, das nossas fotos malucas, das nossas capas e batinas e de descermos escadas sentadas. Saudades do mundo académico que foi o nosso.

Tenho saudades da J. e dos cafés que nos habituámos a tomar aos fins de semana. Das conversas filosóficas que me saiem sempre que estou contigo, do abraço amigo que me faz sempre sentir que estou viva, das trocas de livros e Cd’s, dos passeios de carro, dos conselhos sábios, dos risos e piadas que sabes sempre fazer. Saudades que me venhas buscar a casa e me faças sempre passar uma das melhores noites da minha vida, só porque te tenho para partilhar os momentos e os pensamentos; saudades de me atrasar sempre que quero chegar às horas que combino contigo. Tenho muitas saudades de comer a minha massa de atum, na minha casa e na tua companhia.

Tenho saudades do P. Saudades do tempo que vivi a teu lado, dos risos e conversas parvas. Saudades de largar tudo e ir estrada fora, de ver as estrelas e a lua cheia e os foguetes das festas de aldeia. Saudades da tua sabedoria e da tua lareira. Mas essas são saudades que ainda espero voltar a ter.

Tenho saudades do N. e principalmente dos nossos lanches. Saudades de ir ouvir poesia contigo, de passar as tardes e os serões na tua companhia. Do teu jeito de me completares e saberes sempre no que penso. Saudades de te ver de capa e batina e gozar com as tuas fotos de modelo. Saudades de ver o teu “padrinho” e começar a gozar. Saudades de pertencer ao mesmo projecto que tu e ajudar o Mundo a sentir-se, senão melhor, pelo menos mais ouvido.

Tenho saudades da D. e do seu Clio que já foi branco, depois verde e afinal nunca deixou de ser preto. Das boleias para casa depois das nossas reuniões, das nossas conversas e partilhas sobre um curso em comum, das dicas e ideias e úteis conselhos sobre professores e faculdade. Saudades de ir às Docas e de beber chocolate quente nas noites de Inverno no Cartola. Saudades de ir ao Café com Arte e achar que estava em casa.

Tenho saudades dos meus ouvintes. Do nosso projecto que permanece, apesar de eu ter vindo embora. Das nossas reuniões com os nossos bolinhos. Das mil ideias que surgiam e do espaço que era mesmo partilhado. Das letras de todos vocês nos nossos cadernos, dos pensamentos que todos partilhavam e do som e cheiro da nossa sala. Saudades da máquina do café, que de vez em quando se passava e começava a ranger sozinha e do salame de chocolate que àquelas horas da noite sabia sempre tão bem.

Tenho saudades dos anos que passaram e dos amigos todos que fiz. Tenho saudades de ter amigos perto de mim…

 

 

Sinto-me: com MUITAS saudades
A ouvir: Vanessa da Mata - Ai, ai, ai

Soprado por: Asa às 19:27
Esta pena | Acrescentar uma pena | Recolher esta pena
|
8 comentários:
De blluemoon a 12 de Outubro de 2006 às 22:44
Tb tenho saudades tuas... :-p


De inimaginavel a 13 de Outubro de 2006 às 12:40
As saudades são um sentimento avassalador. E sabes o que custa mais quando não temos saudades de coisa nenhuma? É ter saudades de ter saudades...
Bjs


De Anónimo a 16 de Outubro de 2006 às 18:49
Sara?


De Asa a 22 de Outubro de 2006 às 01:33
Desculpe lá Anónimo, mas isso que fez é uma pergunta com o meu presumível nome?
É que se é, a resposta é não.
Se não for lamento, não percebi.
Mas obrigada pela visita.


De comentador de servico a 27 de Outubro de 2006 às 13:03
Tambem tenho saudades tuas.. muitas muitas tantas.. fazes me falta com esse teu sorriso contagiante e esse espirito k sempre me compreende... é cm ja dissemos : fomos almas gémeas noutra encarnação!! kisses para a asa dos meus sonhos


De pipita a 17 de Março de 2007 às 21:27
saudades é algo mto dificil de aguentar, principalmente quando as saudades sao da pessoa que amamos e q foi destinada para nós....quem inventou a saudade nao sabia o quanto custava.........bjox grandex


De je a 23 de Novembro de 2008 às 16:48
grande texto *


De antónio a 20 de Janeiro de 2010 às 22:19
curioso.... estava com saudades....teclei saudades no google e vim ter aqui.... e o conteúdo do texto podia-se aplicar a mim. Penso que toda a gente já tenha passado pelo mesmo mas com experiências diferentes. No fundo somos todos iguais. Fica bem. Certamente voltarei


Deixar uma pena nesta Asa

Simplesmente eu...


Asa

Adicionar como amigo

. 5 seguidores

À procura de ...

 

Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Penas caídas...

Fevereiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Asas no Mundo...

Locations of visitors to this page

Outras Asas...

SAPO Blogs