Domingo, 29 de Outubro de 2006

Acredita em mim...

 

 

Acredita em mim quando te disser que morri.

Não lamentes as palavras que disseste e menos ainda as que nunca te escaparam dos lábios.

Apenas acredita que não me voltarás mais a ver. Que a vida te pregou a maior rasteira de todas e me baniu para sempre da vida que tentaste criar.

Quando te disser que morri, é porque as palavras se esgotaram nas tentativas vazias da esperança que alimentava num destino diferente.

Acredita em mim mais do que nunca e desiste de tentares adivinhar o mundo e perceber os intricados vazios que eu tentei preencher.

Acredita em mim quando te disser que morri, pois nessa frase encerrarei o passado num presente sem futuro.

Quando te disser que morri é porque morri.

Nunca mais voltarei a viver para ti...

Sinto-me:
A ouvir: Fingertips - Mellancholic Ballad

Soprado por: Asa às 23:39
Esta pena | Acrescentar uma pena | Recolher esta pena
|
2 comentários:
De Mafalda a 31 de Outubro de 2006 às 12:44
Asinh, já estas no hi5 (com testemunho e five lol) e no chat do gmail! Uma alegria! Beijinhos :)


De Loira a 1 de Novembro de 2006 às 09:43
Sim, sou terapeuta de Reiki :) Bjos


Deixar uma pena nesta Asa

Simplesmente eu...

À procura de ...

 

Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


Penas nascidas...

Post-Mortum II

6 Palavras...

Eutanásia bloguística...

Apetecia-me...

Amigos...

Depósitos...

Espero que não acabe aqui...

Mimo...

Há dias assim...

Acredita em mim...

Blog em manutenção...

Dedicado a J.

Escada...

Aquele que nunca viveu...

A minha primeira vez...

Tenho saudades...

Penas caídas...

Fevereiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Asas no Mundo...

Locations of visitors to this page

Outras Asas...

blogs SAPO