Sexta-feira, 7 de Abril de 2006

Diário de uma Viagem - Parte I






Hi!


Quanto não vale andar a perder-me em Londres, para a vida ser tão fantástica e maravilhosa...


Adoro mesmo esta cidade. Podia viver aqui alguns anos da minha juventude que não havia problema nenhum. Mas a vida é cara e eu pobre como sou não me posso dar a esse luxo.


Bem, visto que não actualizo o meu blog há muito tempo, aqui vão umas palavritas para não pensarem que desisti da minha paixão de escrever.


É só para dizer que adoro estar cá, que adoro dominar o metro londrino (Ei, ya!), ou seja, já me consigo movimentar com clareza para qualquer sítio. Até já fui sozinha a metade da cidade.


E hoje tive um dia soberbo. Depois da grandessíssima desilusão que foi visitar o Sherlock Holmes Museum, veio a grandessíssima felicidade de visitar o Madame Tussaud´s Museum. Este sim, vale realmente a pena. Além disso, hoje senti-me bem em todos os aspectos da minha vida, como há muito tempo já não me sentia. A verdadeira solidão por opção, faz-me realmente muito bem.


Sei que isto não vos interessa mas vou descrever o meu dia fantástico, porque senti-me tão bem que me apetece partilhá-lo com toda a gente.


Depois de acordar às 10 da manha e de ter visto uns minutos de televisão portuguesa, decido sair e ir aproveitar o dia no coração de uma fantástica capital europeia. Apanho o comboio até Victoria e daí a linha amarela do metro (a Circle Line) até à estação de Monument e daí apanho a linha preta (a Northern Line) até a estação de London Bridge, onde saio para me perder nas ruas antigas de Londres.


Na zona antiga da cidade passei 3 horas a andar a pé e visitar o Design Museum e o Tate Modern Museum, à borla! Muito bom, principalemnte o Tate Modern. Daí fui até Trafalgar Square à procura do supermercado Tesco, que tem os melhores muffins de chocolate do Mundo! Comprei comida e almocei às 4 da tarde. Sentada nas escadas da National Gallery of London, sozinha e a comer coisas estranhas, mas profundamente feliz. Já há muito tempo que não me sentia assim.


Depois apanhei a linha castanha de metro (a Bakerloo Line) de Charing Cross até Baker Street onde fui ao Madame Tussaud´s que recomendo vivamente a todos, porque é muito bom. Não é só museu, tem coisas giras, tipo um planetário lá dentro e uma viagem de táxi pela história de Londres. Lindo!!!  


Depois disso, eram 6:30 da tarde e regressei a casa. Morta, mas feliz! Verdadeiramente feliz, como há muito tempo já não era!


Ontem fui até Camden Town passear naquele mercado do outro mundo e almoçar com a famelga que me resta. Fui ao museu do Sherlock Holmes, onde me amaldiçoei por ter pago 6 libras para ver aquela caca. Mas enfim, quem não sabe é como quem não vê.


Dias fantásticos, recheados de coisas estupendas que me fazem ver que é bom estar viva, ter algum dinheiro e amar a vida.


Amar a vida, a loucura e alguém mais. Que ignora que o amo e que está demasiado envolvido em projectos pessoais para perceber que a vida é muito curta para fazer tudo o que gostaríamos e como tal só nos resta aproveitar aquilo que temos ao nosso alcance.


Mas isso já é outra história...



Sinto-me:
A ouvir: Fall in the light

Soprado por: Asa às 01:45
Esta pena | Acrescentar uma pena | Recolher esta pena
|

Simplesmente eu...


Asa

Adicionar como amigo

. 5 seguidores

À procura de ...

 

Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Penas caídas...

Fevereiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Asas no Mundo...

Locations of visitors to this page

Outras Asas...

SAPO Blogs