Quarta-feira, 19 de Abril de 2006

Poema






Procuro-te, anseio e perco-me em ti…

Escrevo o que sinto e digo o que penso

Deixo-me levar pela imensidão das palavras

Repito o que digo a mim mesma e descubro um novo sentido nas coisas

Oiço a tua voz nos meus caminhos quando penso que te esqueci

 

Acho que sei o que quero a cada luta que travo apenas interiormente

Mas perco-me no rumo que eu própria traço a cada minuto que passa

Odeio a incerteza do caminho que traço a cada pegada que marco

- “Que quero, que espero e que aguardo?”

Teimo em perguntar a mim mesma a cada novo despertar

Espero que um dia me possas responder…

 

 

Dedicado a ti que sabes quem és…

 

Espero que percebas a mensagem subliminar …

 

Sinto-me:
A ouvir: Toranja - A Carta

Soprado por: Asa às 17:17
Esta pena | Acrescentar uma pena | Recolher esta pena
|
2 comentários:
De mrafiki a 20 de Abril de 2006 às 11:29
Como tu andas... Agora ainda percebo melhor...


De Asa a 20 de Abril de 2006 às 17:19
Só tu é que me entendes... SEMPRE...
Ainda bem que existes na minha vida...


Deixar uma pena nesta Asa

Simplesmente eu...


Asa

Adicionar como amigo

. 5 seguidores

À procura de ...

 

Fevereiro 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Penas caídas...

Fevereiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Asas no Mundo...

Locations of visitors to this page

Outras Asas...

SAPO Blogs